O que você precisa saber sobre cães Teacup

Graças aos pais de filhotes de xícaras de chá das celebridades e meios de comunicação sociais (estamos olhando para você, Instagram!), Os cães de xícaras de chá, também conhecidos como micro-cães, tornaram-se cada vez mais populares na última década. Desde bolsas de várias celebridades até alguns dos vídeos mais adoráveis ​​da internet, parece que há cães por toda parte.

Não há como negar que esses cachorrinhos minúsculos são absolutamente adoráveis, mas será que os cachorros da xícara de chá ficam tão pequenos assim? Eles fazem bons animais de estimação? E, talvez o mais importante, eles são saudáveis?

Infelizmente, existem muitos mitos e concepções errôneas em torno dos cães das xícaras de chá - principalmente em torno de sua saúde - por isso, se você está pensando em adicionar um à família, é absolutamente vital fazer sua pesquisa. Tomar uma decisão informada pode ser a diferença entre trazer um cão saudável e um cão saudável para a família.

Continue lendo para saber mais sobre os cães da xícara de chá e por que eles podem não ser o melhor animal de estimação para sua família.

Quando um cão é considerado o tamanho da xícara de chá?

Antes de nos aprofundarmos nos detalhes, é importante entender as características que realmente definem um cachorro 'xícara de chá'.

Embora não exista uma única raça de cães com xícaras de chá - várias raças como Pomeranians, Chihuahuas e Maltês podem ser criadas como micros - há uma faixa de peso que pode qualificar um cão como uma xícara de chá. De acordo com o American Kennel Club, os cães podem ser considerados 'xícara de chá' se pesarem entre dois e cinco quilos e medem menos de 17 polegadas quando totalmente crescidos. Além disso, as raças de 'brinquedos' incluem cães com peso inferior a 15 libras; portanto, os cães com xícaras de chá também podem ser considerados parte da classificação de 'brinquedos'.



Como são criados os cães 'Teacup'?

Há muita controvérsia em torno das técnicas de criação usadas pelos criadores para produzir cães tão pequenos. É difícil ouvir, mas muitas dessas técnicas podem ser extremamente prejudiciais à saúde e à felicidade dos cães. Criadores inescrupulosos ou antiéticos podem usar técnicas como:

  • Endogamia com outras runas na esperança de produzir uma ninhada inteira de cães menores que a média. A consanguinidade pode aumentar o risco de herdar um distúrbio genético, como cegueira ou epilepsia.
  • Impedir o crescimento de seus filhotes desnutrindo-os, o que pode resultar em fracasso em prosperar, além de problemas sérios nos sistemas esquelético, digestivo e nervoso.

Além disso, um criador antiético pode simplesmente comercializar raças menores e de tamanho normal como 'xícara de chá'.

É extremamente importante fazer sua pesquisa antes de trazer qualquer cachorro para sua casa. Certifique-se de encontrar um criador ético e respeitável ou considere adotar em seu abrigo de animais local. Os cães da xícara de chá não são apenas extremamente caros - variando entre US $ 750 e US $ 3.500 -, mas a adição de um animal de estimação não saudável à família pode ter sérias conseqüências para os membros de sua família e para o cão.

É possível encontrar um criador ético de xícara de chá?

A resposta curta? Sim, é possível encontrar um criador ético que tem cachorros - a palavra-chave 'tem'. Às vezes, um criador ético tem uma ninhada com filhotes abaixo da média que ele ou ela ainda pode dar uma garantia de saúde. Pode ser uma ocorrência rara, mas é a maneira mais ética de encontrar uma xícara de chá.

Quando você estiver procurando por um cachorro-quente, evite lojas de animais. Eles são frequentemente fornecidos por fábricas de filhotes, que são máquinas de produção em massa de filhotes que têm pouca consideração pela saúde ou felicidade de seus cães.

Se você está com dificuldade para localizar um cachorro ético, pode considerar raças de cachorros de brinquedo, que são cães menores, mas com um tamanho e peso mais saudáveis ​​para o seu padrão.

Problemas comuns de saúde

Diferentes raças de cães apresentam problemas de saúde diferentes, mas doenças cardíacas, diabetes e problemas de visão, como catarata, são comuns entre todas as raças. Como as xícaras de chá são muito pequenas, no entanto, elas geralmente apresentam problemas de saúde relacionados ao seu tamanho. Algumas preocupações comuns entre xícaras de chá incluem:

  • Hipoglicemia: Essa queda extrema no açúcar no sangue pode resultar em sintomas como tremores, fraqueza e convulsões.
  • Peso não saudável: Cães menores apresentam metabolismos mais rápidos, o que, por sua vez, requer refeições mais frequentes. A alimentação frequente combinada com pouco ou nenhum exercício pode resultar em peso prejudicial.
  • Gastroenterite hemorrágica (HGE): De acordo com alguns estudos, cães menores têm maior probabilidade de desenvolver gastroenterite hemorrágica. A causa exata da HGE é desconhecida, mas geralmente é caracterizada por diarréia ou vômito com sangue, letargia e diminuição do apetite.
  • Fragilidade óssea: Os ossos dos cães da xícara de chá são menores e mais frágeis que os ossos de um cão maior, tornando-os suscetíveis a quebras ou fraturas.

Os cães da xícara de chá também são mais propensos a serem pisados, sentados ou largados simplesmente porque são muito pequenos. Se você tem filhos pequenos, um cachorro-quente pode não ser a escolha certa para você.

É importante observar que nem todos os cães com xícaras de chá experimentam esses problemas de saúde, mas os pais em potencial dos filhotes devem estar bem cientes dos riscos.

A linha inferior

Como dissemos - quando se trata de cães com xícaras de chá, a pesquisa (e talvez até um pouco de paciência) é fundamental. É possível ter um cachorro feliz e saudável com a quantidade certa de pesquisas!