Gatos e pássaros podem viver juntos?

Os gatos são naturalmente predadores, enquanto os pássaros são naturalmente presas, então isso pode causar problemas se esses dois tipos de animais de estimação precisarem viver juntos. Como é frequentemente descrito em desenhos animados, gatos ao ar livre e até gatos domésticos perseguem e atacam pássaros, já que esses comportamentos são muito instintivos. Mas esses instintos naturais podem ser superados por pássaros de estimação e gatos domésticos para que coexistam pacificamente?

Coexistência de gatos e pássaros

Um gato e um pássaro podem coexistir em uma casa, mas você precisará tomar certas medidas para garantir que um gato não possa chegar fisicamente ao pássaro a qualquer momento. O instinto natural de um gato de atacar, capturar e 'brincar' com o pássaro pode se manifestar a qualquer momento, colocando instantaneamente a vida do seu pássaro em perigo. Mas é claro que cada gato e cada pássaro são diferentes. Alguns gatos não se importam com um pássaro de estimação, enquanto outros farão sua missão de vida chegar a um pássaro. Você precisará avaliar as personalidades de seus animais de estimação e permanecer sempre em guarda se permitir que seu pássaro e gato interajam.

Instintos naturais de gatos e pássaros

Gatos em estado selvagem caçam, perseguem e surpreendem suas presas, que podem consistir em pequenos mamíferos, répteis, peixes e até pássaros. É divertido para um gato pular e pegar itens, vivos ou não, e os pássaros não são exceção. Os gatos vêem os pássaros como divertidos de brincar ou como comida e não diferenciam entre animais de estimação e selvagens.

A maioria dos pássaros, tanto em cativeiro como na natureza, voará para longe com o menor sobressalto, barulho ou observação de um gato se eles se sentirem um pouco ameaçados. O pássaro pode até soltar um grito para alertar outros pássaros do predador. Os pássaros mantidos como animais de estimação geralmente não são grandes o suficiente para machucar um gato se tentarem se defender, mas mesmo que um pássaro grande, como uma arara, seja abordado por um gato, ele é instintivamente medroso e foge, se possível, antes de lutar. .

Como os gatos são perigosos para os pássaros?

Isso pode parecer uma resposta óbvia, mas os gatos podem machucar ou potencialmente matar um pássaro com muita facilidade. Ferirá um pássaro com suas garras afiadas ou pode causar ferimentos graves e uma infecção por bactérias na boca. Os gatos também podem retirar as penas importantes necessárias para o voo, o equilíbrio e o calor, além de causar graves traumas mentais a um pássaro que sofreu um ataque ou ameaça. Gatos podem até comer pequenos pássaros.

Os pássaros podem ser perigosos para os gatos?

Apesar do fato de um gato ser definitivamente mais perigoso para um pássaro do que para um gato, um pássaro maior ainda é capaz de causar algum dano a um gato inocente. Papagaios grandes têm bicos e garras fortes que podem causar danos a qualquer coisa que eles decidam pegar. Eles podem agarrar e morder um gato, especialmente se o gato estiver com medo e não tentar atacar o pássaro. Isso é visto com mais frequência em gatos tímidos ou curiosos e papagaios assustados que agem em defesa própria.



Maneiras de ajudar gatos e pássaros a coexistir

Apesar do fato de que os gatos naturalmente querem pegar e até comer pássaros de estimação, há coisas que você pode fazer para ajudar essas espécies a viver juntas em paz em sua casa.

  • Prenda a gaiola de pássaro - Se você tem um gato curioso, verifique se o seu pássaro tem uma gaiola ou aviário seguro que o gato não pode entrar, para que você não precise se preocupar com ele quando não estiver em casa. Além disso, verifique se o seu gato não pode derrubar a gaiola. Pequenas gaiolas como as usadas para canários são frequentemente colocadas em mesas e podem ser facilmente derrubadas. Prenda a gaiola em um suporte ou mesa robusta ou verifique se a gaiola é pesada o suficiente para que seu gato não possa empurrá-la. Por fim, use fechaduras ou mosquetões para garantir que seu gato não possa abrir as portas da gaiola.
  • Mantenha-os em quartos separados - Considere colocar a gaiola em um cômodo em que você possa manter seu gato fora. Um pássaro enjaulado sendo perseguido por um gato (mesmo que seja seguro atrás das grades) pode causar estresse desnecessário ao pássaro.
  • Nunca permita um gato dentro de uma gaiola ou aviário - Não permita que o gato passe algum tempo no aviário ou na gaiola, mesmo que o pássaro não esteja presente. Você não quer que seu gato pense nessas áreas como seus próprios lugares e desenvolva qualquer senso de propriedade ou reivindicações territoriais.
  • Tente apresentar seu pássaro ao seu gato - Normalmente, esse é um processo muito lento e você deve simplesmente permitir que seu pássaro e gato enjaulado se vejam à distância. Eventualmente, você pode diminuir a distância entre os dois depois de garantir que ambos estejam confortáveis ​​e não estressados. Algumas pessoas que têm gatos que não mostram sinais de entrar no modo predador tiram o pássaro da gaiola e permitem que os dois se vejam sem barras no caminho. Se você se sentir confortável tentando fazer isso, deve ser feito com muita cautela e conscientização, caso seu pássaro tente pular de suas mãos ou seu gato tente atacá-lo.